Saúde

 


Para que o cão tenha saúde perfeita e uma vida longa é necessário, além de uma alimentação balanceada, mantê-lo vacinado e livre de pulgas e carrapatos. O controle contra pulgas e carrapatos é feito através de vários produtos existentes no mercado, devendo-se, também, ter cuidado com a limpeza do local onde ele vive.

Os dentes devem ser examinados regularmente por causa do tártaro e de inflamações nas gengivas. O alimento seco pode evitar alguns problemas dentais. Se o cão tiver mal hálito, salivar excessivamente ou tiver dificuldade em comer, pode estar com problemas de dentes. A dentição definitiva dos cães, de um modo geral, ocorre aos 4 meses.

 Deve-se ter cuidado ao comprar um “brinquedinho” para o seu cão. Certifique-se junto ao seu fornecedor de que eles não sejam tóxicos. Para os cães com excesso de pêlo é necessária uma tosa periódica, de preferência com profissional capacitado.                          

Com um pouco de atenção diária dispensada ao cão, rapidamente o dono conhecerá sua personalidade, comportamento, rotina alimentar e hábitos sanitários. Quaisquer alterações dessas características indicam, normalmente, que qualquer coisa está errada com o cão.

Se for observado, sede excessiva, perda ou aumento de peso repentino, alterações na pele, diarréia, vômitos, dificuldade de respirar, dificuldade em urinar ou sangue na urina, febre, falta de apetite, indolência ou comportamento fora do normal, olhos vermelhos ou aguados e descarga nasal (coriza) é aconselhável levá-lo ao veterinário.

O esquema vacinal é de suma importância para o seu animal e de responsabilidade  do médico Veterinário, que escolherá a melhor forma segundo a necessidade do mesmo.

Outra dúvida que o dono de cadela tem é a respeito do cio. Assim sendo passamos algumas informações básicas. A cadela normalmente  atinge a sua maturidade sexual após um ano de idade e passa apresentar cio de seis em seis meses com exceção da raça Basenji que tem como particularidade apresentar cio uma vez por ano.

É aconselhável não cruzar as cadelas no primeiro cio. O ideal é acasalar a cadela no segundo ou terceiro cio, mas sempre antes dos 3 anos.  

Sabemos quando a cadela está no cio quando há inchaço da vulva que dura de 4 a 5 dias. Depois se verifica uma perda de sangue mais claro que  se torna mas escuro. Promova o acasalamento depois do 12º dia e antes do 17º. 

Pouco tempo depois da cadela ter sido coberta, procure o veterinário que irá receitar alguns produtos que tem como objetivo evitar a “febre do leite”, eclampsia e o nervosismo. Observe com cuidado suas recomendações relativas à dieta  e os cuidados para mantê-la saudável, livre de infecções na pele, vermes, pulgas e carrapatos. 

Geralmente a  gravidez dura 63 dias excluído o dia do acasalamento. Entretanto há partos prematuros que ocorrem já no 58º dia. Se depois do 65º dias não ocorrer o parto chame o veterinário. 

Geralmente as cadelas fazem o trabalho de parto sozinhas,  embora muitos donos e criadores gostem de ajudar. Se for esse seu desejo solicite instruções de como proceder. 

Deve-se ter cuidado com a saúde do parceiro escolhido pois existem doenças sexualmente transmissíveis tais como a brucelose canina (leva a esterilidade) e o tumor venéreo transmissível (TVT). Por isso é aconselhável procurar ajuda do seu veterinário.


Segundo a Criadora Camille : O cão saudável esbanja vigor aos olhos de todos!
O pelo é sedoso e brilha. A pele é lisinha ao tato. As mucosas são coradas. As orelhas são naturalmente limpas. Os dentes não têm tártaro e o hálito é saudável. Comunicam-se e interagem naturalmente com suas famílias, correm, brincam e respondem quando são estimulados.
Ter e manter um cão saudável não demanda de nós grandes sacrifícios, veja bem:

- Ofereça amor, carinho e atenção!
- Alimente bem. Alimentação de qualidade é um importante investimento na saúde dos cães. A alimentação caseira, balanceada, especial para pets, com a utilização de carnes, frutas, verduras, queijos, iogurte, entre outros ingredientes nutritivos, traz enormes benefícios para eles;
- Vacine conscientemente;
- Castre seu cão. A castração precoce em fêmeas evita 100% dos tumores mamários, e, claro, problemas como piometra, tumores de útero e ovários. A castração precoce dos machos evita fugas pelas fêmeas no cio e constantes brigas com outros cães, que podem culminar em mortes;
- Mantenha o lugar onde seu cão vive sempre limpo, livre de mofo, poeira, mato, pulgas e carrapatos;
- Tenha um veterinário de confiança para lhe ajudar sempre que for preciso.

A castração de cães ainda é um tabu para algumas pessoas. Muitos querem ter um filhotinho de seu amado cão, outros querem que sua família experimente o “milagre da vida”. Mas, infelizmente, muitos destes acasalamentos são feitos sem nenhum planejamento por parte dos proprietários. Cães com doenças, genéticas ou não (displasia de quadril, cardiopatias, brucelose, leishmaniose, etc.) são acasalados, transmitindo as doenças para o outro cão e/ou para sua prole.
Algumas cadelas não fazem o parto sozinhas e é necessária intervenção do veterinário, até mesmo para o parto cesáreo. Em raças como buldogue francês e buldogue inglês, 100% dos partos são cesarianas.
Camilli Chamone
Geneticista/Biologista Molecular
Criadora de Buldogues Franceses – WWW.villechamonix.com


A Hora do Banho

Parasitas

Vacinação e Vermifugação

Como Ensinar seu Cão a fazer as necessidades no lugar certo

O Hábito de Ingerir Fezes.(COPROFAGIA).

6 Males do Verão

Primeiros Socorros

Síndrome do Ressecamento Ocular

 

Zapatillas nike zapatillas reebok nike air max blancas ropa abercrombie gafas ray ban zapatillas under armour gafas de sol ray ban Gafas carrea new balance hombre botas futbol zapatillas asics new balance mujer zapatos casuales Zapatillas air jordan nike sb nike corte